Óleo essencial da estabilidade – Manjericão exótico

Conheça tudo sobre o óleo essencial da estabilidade, o Manjericão exótico!

O gênero Ocimum, da família Lamiaceae é uma importante fonte de Óleo Essencial, sendo utilizado na medicina popular em todos os continentes. Compreende grande variedade de espécies de ervas e subarbustos dispersos nas regiões tropicais e subtropicais da Ásia, África, Américas Central e do Sul.
A identificação botânica correta para as espécies e variedades do gênero Ocimum, no qual o manjericão comercial está incluído, é de grande interesse, uma vez que várias variedades dessa espécie têm sido utilizadas, sendo relatados algumas diferenças nas formas de uso. Muitas vezes questiona-se a verdadeira identidade botânica do manjericão citada em algumas publicações. A dificuldade em classificar mais de 60 variedades de Ocimum provavelmente se deve à ocorrência de polinização cruzada facilitando hibridações e resultando dessa maneira, um grande número de subespécies, variedades e formas.
Muitas vezes os manjericões são classificados de acordo com os aromas doce, cítrico, canforado, anisado e de cravo que apresentam. Quanto às características morfológicas da planta, o manjericão pode receber uma nomenclatura dependendo do porte, formato da copa, tamanho e coloração da folhagem. A composição molecular dos Óleo Essencial pode caracterizar os manjericões em tipo europeu ou mediterrâneo, egípcio, comoro, búlgaro, tropical exótico e santo.
Basicamente no princípio teria duas variedades de manjericão, de onde foram surgindo as outras variedades. As primeiras seriam avariedade dos países mediterrâneos (qt. linalol) e a africana (qt. metil chavicol).
Neste artigo nos ateremos ao estudo do Manjericão exótico, considerado o óleo essencial da estabilidade.
Manjericão exótico – Ocimum basilicum qt. metil chavicol: cultivado na África, Índia, Vietnã, Ilhas Reunião, Comores e Egito;
História da planta:
Na Índia o manjericão é chamado de Tulsi.  É consagrado a Vishnu e a Krishna, considerado protetor da família. O Tulsi é considerado uma planta que reforça a capacidade de entusiasmar-se, aportando compaixão e clareza espiritual. Tulsi, que significa em sânscrito “incomparável”, era uma amante de Krishna que foi transformada em planta. Na cultura indiana costuma-se indicar um banho com as folhas do manjericão santo aos mortos, colocando um ramalhete de manjericão sobre seu peito para que este integre todo seu potencial espiritual antes de sua jornada rumo ao eterno. Também é costume das pessoas se adornarem com colares de manjericão para que a proteção divina seja alcançada. Frequentemente, plantam manjericão na entrada de suas casas e templos.
Ao longo da história da utilização das plantas aromáticas o manjericão tem sido reverenciado pelos seus supostos poderes mágicos. Na África, suas folhas foram utilizadas para conceder proteção contra a má sorte e proteção contra a perseguição de espíritos desorientados. O espírito associado ao manjericão era representado por uma serpente com asas de galo que protege dos perigos imprevistos da vida, dos quais apenas a proteção divina pode livrar.

Manjericão exótico
Ocimum basilicum qt. metil chavicol

Óleo essencial da estabilidade

Família:
Lamiaceae.
Sinônimos populares: alfavaca de cheiro.
Etimologia: Basilicum para os os gregos significa “erva majestosa” e o adjetivo ocimum significa “para cheirar”.
Origem: África. Atualmente também é produzido na Índia, Vietnã e Egito.
Parte da planta utilizada: flores e folhas.
Forma de extração: destilação a vapor de flores e folhas.
Rendimento: 100kg da planta florida/600Gr Óleo Essencial. Duas colheitas por ano.
Propriedades terapêuticas e principais indicações:
O óleo essencial da estabilidade é tônico digestivo, combate arroto, gases, cólicas intestinais, diarréias.
Segundo Badoux (2006) e Dupont (2008), este Óleo Essencial é antiviral e possui propriedade hepatoprotetora promovendo alívio à congestão hepática, sendo útil como coadjuvante na convalescença de hepatite A e B. É usado como antisséptico aéreo para combater viroses tropicais e vírus da gripe. Antiespasmódico, combate cólicas menstruais e câimbras musculares.
Anti-inflamatório útil em inflamações do aparelho respiratório como bronquite, do aparelho geniturinário como cistite e prostatite.
Antálgico, bom para cefaléia e enxaqueca, ameniza dores reumáticas, artrite, tendinite.
Algumas bibliografias citam propriedades afrodisíacas e estimulantes do sistema nervoso, sendo indicado para combater a fadiga mental e aumentar a concentração.
Componentes moleculares:
Hidrocarboneto monoterpênico: 4% alfa e beta-pineno;
Hidrocarboneto sesquiterpênico: 9% cariofileno;
Álcool monoterpênico: linalol, alfa-terpineol, citronelol, nerol, geraniol;
Éster: 3% acetato de citronelina e terpenila;
Fenol: 2,5% eugenol;
Fenol Metil Éter: 85% metilchavicol M.E.;
Óxido: 3% 1,8-cineol.
Toxicidade: dermoagressivo.
Contraindicações: desaconselhável o uso nos três primeiros meses de gestação.

Aromacologia:
Óleo essencial da estabilidade
Indicado para aqueles que se esgotam e sacrificam-se para servir ao outro e esquecem de si mesmo. Bom para pessoas que se perdem no coletivo, esgotando-se e desequilibrando-se facilmente tentando resolver os problemas e a vida dos outros.
Útil na estabilização da energia vital após doenças contagiosas. Acalma, trazendo proteção e compaixão.
Formas de uso:

  • Banho de imersão para combater a falta de dinamismo, de vontade e de perseverança: dissolva 2 colheres de sopa de leite em pó em um copo de água e adicione 18 gotas de Óleo Essencial de Manjericão (todos os qt.) neste copo. Após ter dissolvido o Óleo Essencial junto ao copo com leite em pó, adicione tudo na banheira. Relaxe na banheira morna por 20 minutos;
  • Compressa de argila para combater diarréia: faça uma pasta de argila seguindo a proporção de 3 gotas de Óleo Essencial de Manjericão exótico (qt. metil chavicol), para cada colher de sopa de argila. Aplique o cataplasma sobre todo o ventre;
  • Dissolução de soluço: pingue 1 gota de Óleo Essencial de Manjericão exótico (qt. metil chavicol) em um cotonete e coloque-o por 10 segundos abaixo da língua;
  • Fricção na planta dos pés para momentos de pressão, finalização de trabalhos, exames, competição esportiva para estimular o dinamismo e a perseverança: pingue todas as manhãs 2 gotas de Óleo Essencial de Manjericão (todos os qt.) na planta dos pés e friccione. Repita esse processo durante o dia quantas vezes achar necessário;
  • Óleo vegetal para hidratação e massagem imunoestimulante: adicione 50 gotas de Óleo Essencial de Manjericão exótico (qt. metil chavicol) e 20 gotas de Óleo Essencial de Hortelã levante em 120ml de Sinergia vegetal. Aqueça esta Sinergia vegetal aromática em banho maria e massageie os pés e as mãos;
  • Para acalmar a tagarelice mental e aumentar a concentração: pingue 2 gotas de Óleo Essencial de Manjericão (todos os qt.) sobre o plexo solar e massageie a região com movimentos circulares no sentido horário;
  • Para estimular o trabalho de parto: adicione 40 gotas de Óleo Essencial de Manjericão (todos os qt.) a 120ml de Sinergia vegetal, massageie a região lombar, pés e ventre, assim que iniciar as primeiras contrações.

Para adquirir o Manjericão exótico, o óleo essencial da estabilidade, clique aqui.

 

Compartilhe este artigo

Escrever um comentário

error: Atenção: Conteúdo protegido!