Eucalipto citriodora 10ml

R$31,80
R$ 30,53 no Pix ou 4x de R$ 7,95

Em estoque

Óleo essencial da limpeza

Nome científico: Eucalyptus citriodora Hook
Origem: Brasil
Obtenção: destilação a vapor das folhas e extremidades dos ramos.
Coleção: Terra Flor Essencial 10ml
Certificação: IBD Ingredientes Naturais
Selo IBD - Ingredientes Naturais, para produtos sem aditivos.
Aroma herbal, fresco, levemente adocicado.
Útil para limpar a energia de locais onde circulam muitas pessoas, como hotéis, clubes, escolas e banheiros.
Traz frescor, renovação para o ambiente e afasta os insetos.
Seu aroma ajuda a quebrar as identificações com problemas alheios, útil em casos de empatia excessiva onde se costuma tomar as dores dos outros para si.
Promove sensação de relaxamento e bem-estar, alívio de tensões articulares e musculares.
Atenção em peles muito sensíveis.

Faça o seu Login para liberar o download
dos arquivos de cromatografia e/ou laudo técnico de análise.


Você também pode gostar de…

Eucalipto citriodora – Eucalyptus citriodora Hook

Eucalyptus de origem grega eu = bem e kalyto = coberto, “bem coberto”, em referência aos brotos revestidos por uma membrana semelhante a uma taça, descartada na floração. Já o nome citriodora deriva do latim citriodorus, que significa “odor a limão”.

O Eucalipto é originário da Austrália e da Tasmânia e pertence à família Myrtaceae. Essa família é representada por árvores e arbustos que possuem a característica de descolamento da casca do caule em lâminas. Quando a árvore é jovem as folhas são ovais e em forma de coração, quando mais velhas tornam-se maiores e alongadas, mais espessas e coriáceas. As flores possuem uma coloração creme. Acredita-se que os eucaliptos são as árvores mais altas do mundo, podendo atingir até 120m.

O gênero Eucalyptus conta com mais de 600 espécies com diferentes aromas. A Terra Flor Aromaterapia trabalha com quatro espécies do gênero Eucalyptus. Confira!
E. citriodora: rico em citronelal
E. globulus: rico em 1,8-cineol
E. radiata: rico em 1,8-cineol, porém em menor concentração em relação ao E. globulus
E. staigeriana: rico em citral e limoneno

O Eucalyptus citriodora, também conhecido pelo sinônimo botânico Corymbia citriodora, é representado em sua constituição molecular pelos aldeídos (40 a 80% -citonelal) e pelos álcoois monoterpênicos (15 a 20% – citronelol e linalol).

Pesquisas comparativas entre a eficiência do repelente de insetos DEET (N,N-diethyl-meta-toluamide) e o OE de eucalipto citriodora. apontam que ambos possuem eficiência de 98% em repelir insetos, porém o efeito repelente de E. citriodora demonstrou tempo de ação menor que o DEET (1). Isso se deve à volatilidade do óleo essencial, que se dispersa rapidamente no ambiente.

Estudos preliminares confirmam as ações antimicrobianas do óleo essencial de E. citriodora. Devido à sua composição, apresenta potencial fungicida e bactericida (2).

Pode ser usado no dia a dia através de aromatização ambiental, difusores, banhos, óleos de massagem e cosméticos em geral.

Aromacologia

Óleo Essencial da limpeza
Aroma cítrico e herbal, levemente doce e refrescante.
O aroma adocicado deste OE proporciona a sensação de paz no corpo e no espírito.
Auxilia no processo de desidentificação com o outro, útil em casos de temperamento muito empático, onde ocorre uma profunda simbiose com o sentimento do outro, a dor, a tristeza, os pensamentos negativos, a tal ponto que inicia-se a produção desse espaço negativo em si mesmo e no ambiente circundante.
Suas qualidades sutis auxiliam a psique muito influenciável, aportando regeneração afetiva.
Formas de uso: ACAFLS

Cosmética

Muito utilizado em loções cremosas e sprays hidroalcoólicos para afastar insetos e mosquitos. Ideal reaplicar a cada 3h. Formas de uso: AST
Útil como coadjuvante dos cuidados de pele em óleos de massagem e cremes hidratantes. Formas de uso: FLMT
Em perfumes naturais e cosméticos, este aroma será valorizado e ganhará corpo em sinergia com outros óleos essenciais. Formas de uso: AST

Usos Tradicionais

Popularmente conhecido como um auxiliar do relaxamento e bem-estar físico, é utilizado em compressas e óleos de massagem para o alívio de tensões articulares e musculares. Formas de uso: CFLM
Seu aroma promove um estado de calma, relaxamento e alívio da pressão. Formas de uso: ABFLMS

Atenção em peles muito sensíveis. Recomenda-se diluir suavemente em óleo vegetal antes de aplicar na pele.

Vishwa Schoppan
Bióloga, Ecóloga, Aromaterapeuta.

Referências:
1. Balchin, M.L. Aromatherapy Science, A guide for healthcare professionals. Pharmaceutical Press, 2006.
2. Luqman, S. et al. Antimicrobial activity of Eucalyptus citriodora essential oil. International journal of essential oil therapeutics, v. 2, n. 2, p. 69, 2008.

Legenda das Formas de Uso:

OE = óleo essencial
OV = óleo vegetal
CS = colher de sopa

ADVERTÊNCIA: teste o OE sempre que estiver sendo usado pela primeira vez. Para isso, pingue 2 gotas de OE nas axilas, na parte interna do cotovelo e atrás da orelha. Espere por 12hs e observe. Caso apresente alguma reação alérgica, não recomendamos o uso deste OE. Realize este teste mesmo se o OE estiver diluído a um veículo carreador.

A quantidade de gotas de OE sugeridas dependerá da intensidade do aroma do OE escolhido. Alguns OE possuem aroma mais intenso, utilize quantidades menores. Use sempre diluições mínimas em crianças, idosos e gestantes.

AAromatização Ambiental: Pingue mais ou menos 12 gotas de OE na água do difusor ambiental. Adicione mais ou menos gotas de acordo com a intensidade do aroma.

BBanho de Imersão (banheira ou ofurô): Para aromatizar a água do banho, dissolva de 7 até 21 gotas de OE em 3 CS de leite de côco. Adicione mais ou menos gotas de acordo com a intensidade do aroma. Dissolva a mistura na banheira ou ofurô. Nunca use OE diretamente na banheira sem diluição em veículo carreador.

BABanho de Assento: Dilua 10 gotas de OE em 5 CS de leite de côco e adicione à água fria do banho de assento.

CCompressa local com água ou argila: Pingue de 5 até 10 gotas de OE em 1 CS de OV e dissolva na água fria ou quente. Use uma toalha para fazer a compressa. Na argila, pingue 3 gotas de OE para 1 CS de argila, adicione água ou água floral até formar uma pasta consistente. Use quantas CS de argila forem necessárias para formar uma pasta que cubra toda a área a receber a compressa.

CAColar Aromático: Pingue 2 gotas de OE no algodão e acomode-o no orifício do colar. Adicione mais gotas toda vez que o aroma acabar. Evite OEs fotossensibilizantes ou dermoagressivos.

EPEscalda Pés: Dilua até 15 gotas de OE ou sinergia em 30ml de OV e coloque numa balde ou ofurô de pés com água morna, juntamente com 2 CS de sal grosso.

FLFricção Local: Dilua de 3 até 5 gotas de OE em 1 CS de OV e fricione a área afetada.

MMassagem: Adicione de 30 a 60 gotas de OE em 120ml de OV e utilize-o na massagem. Evite OEs dermoagressivos.

SSpray: Adicione 50 gotas de OE de sua preferência em uma solução de 70ml de álcool de cereais e 30ml de hidrolato da sua preferência ou água deionizada. Use com um frasco spray e borrife no ambiente, nas roupas de cama, cortinas e almofadas.

TUso Tópico: Pingue 5 gotas de OE diluídas em 1 CS de OV de pracaxi, andiroba, rosa mosqueta ou outro OV indicado.

UCUso capilar: Dilua 5 gotas de óleo essencial em 1 colher de sopa de óleo vegetal e aplique no couro cabeludo ou nos fios, massageando. Deixe agir por 10 minutos e enxágue em seguida com os produtos da sua preferência.

UFUso facial: Adicione até 8 gotas de óleo essencial em 60ml de óleo vegetal e utilize a quantidade necessária em massagens, oleações, compressas, higienização e outros cuidados faciais. Evite óleos essenciais fotossensibilizantes e/ou dermoagressivos.