Argan 60ml

R$179,80
R$ 172,61 no Pix ou 4x de R$ 44,95

Em estoque

Óleo Vegetal de Argan prensado a frio

Nome científico: Argania spinosa
Origem: Marrocos
Obtenção: prensagem a frio das nozes
Coleção: Terra Flor Vegetal 60ml
Certificação: IBD Ingredientes Naturais
Selo IBD - Ingredientes Naturais, para produtos sem aditivos.
Conhecido como o “ouro do Marrocos”, o óleo de argan é utilizado há séculos pelo povo Berbere, tanto por suas propriedades culinárias, como terapêuticas e cosméticas. Vem de uma árvore milenar que cresce nas zonas áridas do sudoeste marroquino.
O óleo de argan Terra Flor é muito suave, sendo absorvido instantaneamente sem deixar cheiro ou oleosidade sobre os cabelos. Nutre e reestrutura os cabelos secos e quebradiços, reduzindo as pontas duplas, além de proteger de danos térmicos.
Como ganho adicional, ajuda a manter a cor dos cabelos tingidos por mais tempo.
Eleito dos profissionais como coadjuvante dos cuidados capilares, já que seus benefícios são percebidos desde a primeira aplicação.
Rico em vitamina E e esqualeno natural, agentes emolientes e umectantes muito utilizados em formulações cosméticas. Quando utilizado na pele, favorece a hidratação, revitalização e alivia os sinais do tempo, danos e ressecamento.
Age também na reestruturação e fortalecimento das unhas, podendo ser aplicado diariamente.

Faça o seu Login para liberar o download
dos arquivos de cromatografia e/ou laudo técnico de análise.

Você também pode gostar de…

Argan – Argania spinosa Skeels

Família: Sapotaceae
Cor: levemente amarelado para o laranja

Utilizado há séculos pelo povo Berbere, tanto por suas propriedades culinárias, como terapêuticas e cosméticas, o óleo de argan vem de uma árvore milenar que cresce nas zonas áridas do sudoeste marroquino. O fruto do Argan é do tamanho de uma noz escondido dentro da polpa e possui três amêndoas que contêm até 55% de óleo vegetal de uma textura fina e com leve gosto de avelãs. As sementes devem ser moídas e a massa obtida deixada em repouso por vários dias antes da prensagem. É necessário 100 kg de amêndoas para a obtenção de 1 litro de óleo.
A árvore de argan, com uma altura máxima de 10 metros, representa um verdadeiro tesouro para a população local e tem papel econômico importante, sendo chamado de “Ouro do Marrocos” , já que todas as suas partes são aproveitadas pelas comunidades (1,2). Essa espécie é protegida pela UNESCO, pois corre risco de desaparecimento (3).
O óleo de argan tem sido amplamente estudado em várias universidades do Marrocos onde se pesquisam suas propriedades capazes de reduzir os níveis do colesterol ruim (LDL). Desde há muito tempo é usado como um componente básico da dieta e medicina tradicional marroquina. Apresenta ação antioxidante e regeneradora das células, podendo também ser utilizado como complemento alimentar (1, 2).
Há séculos, os marroquinos utilizam o óleo de argan como um bioativo nos cuidados capilares. Devido aos benefícios de nutrição natural que este óleo proporciona, o que ajuda a diminuir o frizz e controlar os cabelos rebeldes.
Este óleo é rico em ácidos graxos essenciais insaturados (80%). Contém:
Ácido oléico – ômega-9 (35-43%)
Ácido linoléico – ômega-6 (20- 37%)
Vitamina A, D e E (62mg/100mg)
Esqualeno.

Cosmética

Rico em vitaminas A e D, o óleo de argan aporta efeito antioxidante e regenerativo aos fios de todos os tipos de cabelo. Seus componentes podem favorecer a elasticidade dos fios, diminuição de frizz, aumento do brilho luminoso e renovação capilar após danos causados pelo calor, vento, excesso de escovação e uso de produtos químicos (4).
O óleo de argan Terra Flor é muito suave, sendo absorvido instantaneamente sem deixar cheiro ou oleosidade sobre os cabelos. Nutre e reestrutura os cabelos secos e quebradiços, reduzindo as pontas duplas, além de proteger de danos térmicos. Como ganho adicional, ajuda a manter a cor dos cabelos tingidos por mais tempo. É o eleito dos profissionais como coadjuvante dos cuidados capilares, já que seus benefícios são percebidos desde a primeira aplicação (5).
Rico em vitamina E e esqualeno natural, agentes emolientes e umectantes muito utilizados em formulações cosméticas. Quando utilizado na pele, favorece a hidratação, revitalização e alivia os sinais do tempo, danos e ressecamento (1). Excelente para o uso diário e noturno, de acordo com relatos, pode fazer a diferença já nos primeiros 15 dias de uso (3).
Age também na reestruturação e fortalecimento das unhas, podendo ser aplicado diariamente (1).

Modo de usar

Use-o em massagem facial e corporal, puro ou como veículo carreador de óleos essenciais.
Para amaciar a pele, aplicar no corpo ainda molhado, após o banho. Não é necessário enxaguar.
Para umectar os cabelos, aplique 2 horas antes de lavá-los, massageie e cubra com um lenço ou touca térmica.

Vishwa Schoppan
Bióloga, Ecóloga, Aromaterapeuta.

Referências:
1. Clergeaud C & L. Les Huiles Végétales, huiles de santé et de beauté. Bruxelles: Éditions Amyris, 2003.84-85p.
2. Cousin N. Les huiles végétales pour votre santé. Paris: Delville, 2005. 65-66p.
3. Krcmar M. Les huiles végétales pour votre santé. Labège: Éditions Dangles, 2007. 77-80p.
4. Faria PM. et al. Hair Protective Effect of Argan Oil (Argania spinosa Kernel Oil) and Cupuassu Butter (Theobroma grandiflorum Seed Butter) Post Treatment with Hair Dye. Journal of Cosmetics, Dermatological Sciences and Applications. 2013, 3, 40-44p.
5. Guillaume, D., Charrouf, Z. Argan oil and other argan products: Use in dermocosmetology. Eur. J. Lipid Sci. Technol 2011; 113: 403–408

Óleo vegetal (OV)

São substâncias lipídicas, obtidas por pressão a frio das partes gordurosas de algumas frutas e leguminosas (1). Em sua constituição química encontramos vitaminas, lecitinas, minerais e ácidos graxos essenciais.

Os ácidos graxos essenciais: consistem em um tipo de lipídio formado por cadeias longas de carbonos (C) com um grupamento carboxila (–COOH) em uma de suas extremidades. Utilizados como combustível celular, constituem uma das principais fontes de energia para a célula juntamente com a glicose e as proteínas (2). Podem se apresentar na forma saturada ou insaturada, dependendo da ligação entre os átomos de C e O de suas moléculas.

Ácidos graxos saturados: possuem ligações simples entre os átomos de C e O. São majoritariamente de origem animal e tendem a ser sólidos à temperatura ambiente. Devem ser consumidos em pequenas quantidades, pois estão relacionados às doenças cardiovasculares.

Ácidos graxos insaturados: possuem ligações duplas entre os átomos de C e O. Costumam ser de origem vegetal e normalmente apresentam-se líquidos à temperatura ambiente. São importantes na manutenção da integridade das membranas celulares e na produção de hormônios. Utilizados na cosmética por fornecerem à epiderme os elementos necessários a sua estruturação, hidratação, maciez e vitalidade. Protegem a célula epitelial contra a degeneração e oxidação prematura (2,3).

Principais ácidos graxos insaturados:
Ácido linolênico (ômega-3)
Ácido linoleico (ômega-6)
Ácido oleico (ômega-9)

Pela alta concentração de ácidos graxos presentes na constituição dos óleos vegetais, estes apresentam ação antioxidante e reconstituinte da camada córnea da pele. Ajudam a manter a elasticidade e combater o envelhecimento precoce. Dão brilho à pele e aos cabelos, deixando-os flexíveis, macios e tonificados.

Os óleos vegetais ou óleos carreadores, como são também chamados, são utilizados como veículos para diluição dos óleos essenciais (OE), uma vez que muitos OE são dermoagressivos se usados puros sobre a pele. Os OV permitem que os OE sejam usados com segurança, possibilitando sua absorção.

O processo de extração é fundamental para garantir suas propriedades e características. Muitos óleos comercializados no varejo são prensados em altas temperaturas ou com uso de solventes de grau não alimentício, o que faz com que as moléculas se desagreguem, saturando-se e perdendo seu efeito terapêutico. O método de extração adequado garante a estabilidade molecular e as propriedades de um OV. A obtenção por pressão a frio é considerada o melhor método para manter a integridade molecular do OV e com isso garantir seu efeito terapêutico.

A Terra Flor preza pela alta qualidade de seus produtos, por isso só comercializamos OV extraídos por pressão a frio. Embora nossos OV sejam direcionados para uso em massagem e aromaterapia, muitos possuem padrão alimentício, tais como amêndoas doce, castanha do Brasil, chia, linhaça dourada, semente de abóbora, semente de uva e girassol.

Vishwa Schoppan
Bióloga, Ecóloga, Aromaterapeuta.

Referências:
1. Corazza S. Aromacologia, uma ciência de muitos cheiros. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2002.
2. Faucon M. Traité D’Aromathérapie Scientifique et Médicale Les Huiles Essentielles. (3 ed.). Paris: Éditions Sang de la Terre, 2017.
3. Krcmar M. Les huiles végétales pour votre santé. Labège: Éditions Dangles, 2007.