Capim Limão Brasil orgânico 5ml

R$29,70

Em estoque

Óleo essencial da adaptação

Nome científico: Cymbopogon citratus
Origem do OE: Brasil
Obtenção: destilação a vapor
Coleção: Terra Flor Orgânico 5ml
Certificação: IBD Orgânico e SISORG-MAPA
Selos IBD Orgânico e SISORG Orgânico do Brasil

Aroma herbal, cítrico e levemente adocicado, promove atmosfera de calma e relaxamento.
Excelente para aromatizar o ambiente em momentos de concentração, para diminuir a dispersão e o esgotamento mental.
Seu aroma estimula a adaptação a novas situações com leveza e harmonia.
Pode ser usado em óleos de massagem para favorecer a circulação saudável.
Afasta os insetos, cuida da pele e reduz os desconfortos de tensões e inchaços.

Dermoagressivo, diluir em óleo vegetal.
Se usado puro sobre a pele pode provocar ardência, vermelhidão ou irritação.

Faça o seu Login para liberar o download
dos arquivos de cromatografia e/ou laudo técnico de análise.

Você também pode gostar de…

Capim Limão Brasil Orgânico – Cymbopogon citratus ( DC. ) Stapf

Selos IBD Orgânico e SISORG Orgânico do Brasil

A espécie Cymbopogon citratus, pertencente à família Poaceae, é conhecida por diversos sinônimos populares a depender da região, como erva cidreira, capim santo e capim limão. O nome Cymbopogon é derivado das palavras gregas “Kimbe” (barco) e “pogon” (barba) referindo-se ao arranjo de pontas de flores.

O gênero Cymbopogon abriga cerca de 60 espécies aromáticas, todas cultivadas em regiões tropicais. Algumas delas, como o capim limão, a citronela e a palmarosa, são amplamente utilizadas na medicina popular devido às suas propriedades benéficas. No entanto, identificar essas plantas pode ser um desafio, já que os capins da família Poaceae são bastante semelhantes. A melhor maneira de identificá-los é através da experimentação direta com suas folhas, inalando cada uma delas para captar seu aroma característico.

Vale mencionar que existem duas variedades de capim limão, que produzem óleos essenciais com diferentes concentrações de citral, o aldeído responsável pelo aroma característico. O Cymbopogon flexuosus, produzido na Índia, possui uma concentração de citral entre 60% e 85%. Por outro lado, o Cymbopogon citratus é produzido nos EUA, África, Índia e Brasil, apresentando uma maior concentração de citral, que varia entre 79% e 86%.

O óleo essencial de capim limão apresenta uma alta concentração de citral, um composto químico que apresenta o fenômeno de isomeria espacial, resultando em dois diferentes compostos químicos: o geranial (conhecido como o isômero trans, ou Citral-A) e o neral (o isômero cis, ou Citral-B). A diferença crucial entre esses isômeros está em sua disposição espacial. No isômero cis, os ligantes idênticos estão localizados do mesmo lado do plano da dupla ligação, enquanto no isômero trans, esses ligantes estão posicionados em lados opostos ao plano da dupla ligação.

O geranial, o isômero trans, é conhecido por seu odor de limão marcante, enquanto o neral, o isômero cis, possui um odor de limão mais doce e menos intenso. A presença do citral é associada a ações calmantes e espasmolíticas, através da regulação do mediador prostaglandina PGE2, resultando em analgesia.

Essas características tornam o óleo essencial de capim limão apreciado por suas características aromáticas marcantes e suas propriedades relaxantes.

Há uma curiosidade sobre a ação do OE de capim limão e suas moléculas junto ao sistema nervoso. Esse óleo essencial pode ser utilizado em sinergias para relaxamento e também para aumento do foco e concentração, ou seja, seu aroma pode ser considerado adaptogênico, pois este inicialmente desperta a mente e revitaliza o corpo, porém na medida que se aumenta a dosagem e o tempo de uso, pode causar efeitos inversos de relaxamento, indução ao sono e sedação.

Aromacologia

OE da adaptação
Aroma herbal, doce e cítrico que favorece a tranquilidade, relaxamento e concentração.
Seu aroma favorece a renovação da mente e do coração, aliviando as tensões, mágoas e tristezas.
Ideal para pessoas que precisam renovar a sua atitude e se adaptar a novas situações com leveza e harmonia. Formas de uso: ACAMST

Cosmética

Pode ser usado em cremes e óleos para apoiar os cuidados com micoses cutâneas e inguinais.  Formas de uso: CMT
Usado em tônicos e shampoos, auxilia no equilíbrio da oleosidade do couro cabeludo e no combate a caspas. Em desodorantes, ajuda a evitar a transpiração excessiva. Formas de uso: CFLMTUC
Seu aroma afasta os insetos, pode ser usado em difusores ambientais e aroma sprays.  Formas de uso: ACAMST

Usos Tradicionais

Popularmente utilizado para promover uma atmosfera de calma e relaxamento, seu aroma afasta as tensões físicas e emocionais. Formas de uso: ACAMST
É um excelente antisséptico aéreo, promove a sensação de proteção no ambiente, afastando insetos e combatendo os inimigos invisíveis. Formas de uso: AFLST

Dermoagressivo, diluir em óleo vegetal. Se usado puro sobre a pele pode provocar ardência, vermelhidão ou irritação.

Vishwa Schoppan
Bióloga, Ecóloga, Aromaterapeuta.

Referências:

  1. Nascimento I.B, et al. Efeito do horário de corte no óleo essencial de capim santo. Revista Ciência Agronômica 34: 169-172, 2003.
  2. Viana, G. S. B., et al. “Antinociceptive effect of the essential oil from Cymbopogon citratus in mice.” Journal of Ethnopharmacology 70.3 (2000): 323-327. https://doi.org/10.1016/S0378-8741(99)00168-3
  3. Franchomme, P., R. J. and Pénoël, D. “L’aromathérapie exactement: encyclopédie de l’utilisation thérapeutique des extraits aromatiques.” Paris, France: Roger Jollois (2001).

Legenda das Formas de Uso:

OE = óleo essencial
OV = óleo vegetal
CS = colher de sopa

ADVERTÊNCIA: teste o OE sempre que estiver sendo usado pela primeira vez. Para isso, pingue 2 gotas de OE nas axilas, na parte interna do cotovelo e atrás da orelha. Espere por 12hs e observe. Caso apresente alguma reação alérgica, não recomendamos o uso deste OE. Realize este teste mesmo se o OE estiver diluído a um veículo carreador.

A quantidade de gotas de OE sugeridas dependerá da intensidade do aroma do OE escolhido. Alguns OE possuem aroma mais intenso, utilize quantidades menores. Use sempre diluições mínimas em crianças, idosos e gestantes.

AAromatização Ambiental: Pingue mais ou menos 12 gotas de OE na água do difusor ambiental. Adicione mais ou menos gotas de acordo com a intensidade do aroma.

BBanho de Imersão (banheira ou ofurô): Para aromatizar a água do banho, dissolva de 7 até 21 gotas de OE em 3 CS de leite de côco. Adicione mais ou menos gotas de acordo com a intensidade do aroma. Dissolva a mistura na banheira ou ofurô. Nunca use OE diretamente na banheira sem diluição em veículo carreador.

BABanho de Assento: Dilua 10 gotas de OE em 5 CS de leite de côco e adicione à água fria do banho de assento.

CCompressa local com água ou argila: Pingue de 5 até 10 gotas de OE em 1 CS de OV e dissolva na água fria ou quente. Use uma toalha para fazer a compressa. Na argila, pingue 3 gotas de OE para 1 CS de argila, adicione água ou água floral até formar uma pasta consistente. Use quantas CS de argila forem necessárias para formar uma pasta que cubra toda a área a receber a compressa.

CAColar Aromático: Pingue 3 gotas de OE no algodão e acomode-o no orifício do colar. Adicione mais gotas toda vez que o aroma acabar.

EPEscalda Pés: Dilua 15 gotas de OE ou sinergia em uma colher de OV e coloque numa balde ou ofurô de pés.

FLFricção Local: Dilua de 3 até 5 gotas de OE em 1 CS de OV e fricione a área afetada.

MMassagem: Adicione de 50 a 70 gotas de OE em 120ml de OV e utilize-o na massagem.

SSpray: Adicione 40 gotas de OE de sua preferência em uma solução de 60ml de álcool de cereais e 40ml de água deionizada. Use com um frasco spray.

TUso Tópico: Pingue 5 gotas de OE diluídas em 1 CS de OV de pracaxi, andiroba, rosa mosqueta ou outro OV indicado.