Immortelle – H. italicum – 5ml

R$370,00

Em estoque

Óleo essencial da plenitude

Nome cientifico: Helichrysum italicum
Origem: Córsega
Obtenção: destilação a vapor das flores
Coleção: Terra Flor Raro 5ml
Certificação: IBD Ingredientes Naturais
Selo IBD - Ingredientes Naturais, para produtos sem aditivos.
Aroma herbal, suave e delicado, imortalizado por seus efeitos rejuvenescedores da pele e da psiquê.
Calmante, ameniza sentimentos de medo, choque e fobias permitindo o acesso à força e sabedoria interior.
Quebra o ciclo vicioso das emoções negativas desencadeando pensamentos e ações positivas.
Mundialmente conhecido e reverenciado pelo potencial protetor e regenerador da pele.
Utilizado pelas melhores marcas de cosméticos mundiais em produtos para o combate ao envelhecimento celular e prevenção de rugas faciais.
Hidratante corporal.
Coadjuvante no tratamento de hematomas.
Desaconselhável o uso durante a gestação.

Cromatografia Immortelle italicum
Lote 035

Você também pode gostar de…

Immortelle – Helichrysum italicum

A palavra Helichrysum deriva do grego helio, que significa “sol” e chrysos, que significa “dourado”. O nome é uma alusão a sua flor que parece um sol dourado. Ou, como dizem os habitantes da Córsega quanto o seu uso na pele,”tão potente como o sol e tão valiosa quanto o ouro”.

Pertence a família botânica Asteraceae, originária do norte da África, região mediterrânea, Córsega.
Cresce em regiões de altitudes elevadas, em solo seco e pedregoso e muita incidência solar, apresenta aproximadamente 60cm de altura, flores em cachos amarelos no ápice do vegetal, folhas possuem aroma de curry, sendo usadas em saladas.
O melhor momento para a colheita é entre junho e julho, no início da floração.
É necessário aproximadamente 1 tonelada de flores para a produção de 850gr de OE, sendo elas colhidas manualmente sem o uso de máquinas.
O OE de immortelle de origem Córsega é mais rico em acetato de nerila e dionas do que este OE destilado em outras regiões, devido as características do solo desta região. Essas são as moléculas responsáveis pela ação regeneradora da pele deste OE.
Sendo que a época da destilação também influencia na concentração dessas moléculas no OE. Se a planta for destilada no início da floração, o OE terá concentrações maiores desses componentes moleculares, então o OE terá a qualidade terapêutica necessária para produzir os efeitos esperados.
A immortelle é uma das poucas plantas que conserva a coloração de suas flores depois de secas, sendo usadas para buquês e arranjos florais.
Também conhecida popularmente como sempre viva, helicrisum, curry plant, everlasting, perpétua.

Aromacologia

Óleo Essencial da plenitude
Alguns autores consideram-o o OE dos reinos dévicos.
Imortalizada por seus efeitos rejuvenescedores da pele e da psique. Esse aroma possibilita a abertura do coração para a energia invisível que nos afeta.
O propósito energético da immortelle, é dar o suporte psíquico energético para que nos sintamos seguros e protegidos ao expressarmos a dor interna que nos avassala. Esse aroma auxilia a compreensão de que a dor também faz parte do amor e da vida.
Aroma útil aspergido no ambiente quando as memórias são muito dolorosas para serem relembradas.
Quando a pessoa sente-se só, sem suporte para a compreensão de sua dor, torna-se vulnerável e sem desejo de se expor, apenas de proteger-se da tempestade.
Calmante, ameniza sentimentos de medo, choque e fobias permitindo o acesso à força e sabedoria interior.
Quebra o ciclo vicioso das emoções negativas desencadeando pensamentos e ações positivas.
Formas de uso: BCAHIM

Cosmética

Mundialmente conhecido e reverenciado pelo potencial protetor e regenerador da pele. Possivelmente um dos OE mais antioxidantes que existem. Panacéia para a luta no combate aos radicais livres e nos cuidados com a pele. Formas de uso: H
Utilizado pelas marcas de cosméticos mundiais em produtos para o combate ao envelhecimento celular precoce e prevenção de rugas faciais.Formas de uso: H
Hidratante usada em cremes e loções de cuidados com o corpo. Usado para recuperar peles rachadas, ressecadas e danificadas. Formas de uso: H
As cetonas presentes nesse OE são merecem crédito de excelência em regeneração celular.
Um dado importante que não deve ser esquecido, é que o OE de immortelle que apresenta maior concentração de cetonas é aquele cuja planta foi colhida no início da floração.
Também muito consumido popularmente como cicatrizante, anti-inflamatório e antisséptico. Formas de uso: T
Schnaubert (1999), afirma que o benefício antisséptico deste OE é valioso, pois não é dermoagressivo como a maioria dos OE antissépticos. Defende também sua utilização para reduzir a dor e edemas, e acalmar as condições do tecido inflamado (3). Formas de uso: FLT
Empregado em ferimentos onde o resto falhou, abcesso, acne, furúnculo, alergia, queimadura solar e acidental (1). Formas de uso: T

Usos Tradicionais

Propriedades terapêuticas e principais indicações: emoliente, citofilático, antioxidante, analgésico muscular, antimicrobiano, anti-inflamatório, antifúngico, mucolítico, adstringente, hepatoprotetor, colagogo, anticoagulante (cetonas- betas dionas), antialérgico, antihematoma, antiflogístico, febrífugo e nervino (2).
Usado em massagem, escalda pés, compressa com argila e fricção para amenizar dores musculares e articulares. Formas de uso: EPCFL
Na Europa é muito utilizado no combate a hematomas. As moléculas responsáveis por essa ação são as cetonas (Dionas). Formas de uso: T
Um bom companheiro para os atletas no tratamento de distensões, contrações e todas injúrias que podem advir da prática de esportes. Formas de uso: FL
Imunoestimulante respiratório. Formas de uso: EPCACPFLIV
Pode ser muito útil em compressas frias para acalmar estados febris. Formas de uso: C
Excelente equilibrador e fortalecedor nervoso, tanto para o desgaste nervoso de idosos, como para crises nervosas advindas de stress decorrente da vida atribulada dos jovens. Formas de uso: BCAFVIMTL
Auxilia a recuperar a qualidade do sono, age como antidepressivo e restaura o humor. Formas de uso: FVTL
Segundo Schnaubert (1999), esse OE poderá estimular as células hepáticas e possui o potencial de regular as taxas de colesterol.

Segurança no Uso

Desaconselhável o uso durante a gestação.

Vishwa Schoppan
Bióloga, Ecóloga, Aromaterapeuta.

Referências:
1. Faucon M. Traité D’Aromathérapie Scientifique et Medicale Les Huiles Essentielles. Éditions Sang de la Terra, 2017.
2. Nostro A, Bisignano G, Cannatelli MA, Crisafi G, Paola GM, Alonzo V. Effects of Helichrysum italicum extract on growth and enzymatic activity of Staphylococcus aureus. Int J Antimicrob AgentsSep. 18(3):305, 2001.
3. Schnaubelt K. The healing intelligence of Essential Oils: the science of advanced aromatherapy . (1 ed.). Vermont : Healing Arts Press, 2011.

Legenda das Formas de Uso:

OE = óleo essencial
OV = óleo vegetal
CS = colher de sopa

ADVERTÊNCIA: teste o OE sempre que estiver sendo usado pela primeira vez. Para isso, pingue 2 gotas de OE nas axilas, na parte interna do cotovelo e atrás da orelha. Espere por 12hs e observe. Caso apresente alguma reação alérgica, não recomendamos o uso deste OE. Realize este teste mesmo se o OE estiver diluído a um veículo carreador.

A quantidade de gotas de OE sugeridas dependerá da intensidade do aroma do OE escolhido. Alguns OE possuem aroma mais intenso, utilize quantidades menores. Use sempre diluições mínimas em crianças, idosos e gestantes.

BBanho de Imersão (banheira ou ofurô): Para aromatizar a água do banho, dissolva de 7 até 21 gotas de OE em 3 CS de leite de côco. Adicione mais ou menos gotas de acordo com a intensidade do aroma. Dissolva a mistura na banheira ou ofurô. Nunca use OE diretamente na banheira sem diluição em veículo carreador.

CCompressa local com água ou argila: Pingue de 5 até 10 gotas de OE em 1 CS de OV e dissolva na água fria ou quente. Use uma toalha para fazer a compressa. Na argila, pingue 3 gotas de OE para 1 CS de argila, adicione água ou água floral até formar uma pasta consistente. Use quantas CS de argila forem necessárias para formar uma pasta que cubra toda a área a receber a compressa.

CAColar Aromático: Pingue 3 gotas de OE no algodão e acomode-o no orifício do colar. Adicione mais gotas toda vez que o aroma acabar.

CPCompressa Peitoral: Dilua 3 gotas de OE em 1 CS de OV e massageie a região peitoral. Após a massagem, aplique uma compressa morna.

EPEscalda Pés: Dilua 15 gotas de OE ou sinergia em uma colher de OV e coloque numa balde ou ofurô de pés.

FLFricção Local: Dilua de 3 até 5 gotas de OE em 1 CS de OV e fricione a área afetada.

FVFricção Vertebral: Dilua 6 gotas de OE em 1 CS de OV e aplique na coluna vertebral friccionando a pele vigorosamente.

HHidratação:
- para o rosto dilua 1 gota de OE em 1 CS de OV;
- para o corpo pingue 60 gotas de OE em 120ml de OV, ou dilua o OE em qualquer outro veículo carreador (argila, creme, loção ou manteiga vegetal);
- para os cabelos pingue 5 gotas de OE em 1 CS de OV para hidratar a ponta dos fios.

IInalação:
- no lenço, pingue 3 gotas de OE;
- no inalador própro para uso de OE, pingue 5 gotas;
- no pulso, pingue 2 gotas de OE e friccione com o pulso da outra mão.

MMassagem: Adicione de 50 a 70 gotas de OE em 120ml de OV e utilize-o na massagem.

TUso Tópico: Pingue 5 gotas de OE diluídas em 1 CS de OV de pracaxi, andiroba, rosa mosqueta ou outro OV indicado.

TLTravesseiros e Lençóis: Pingue 2 gotas de OE nos travesseiros e 4 nos lençóis. Não pingue OE dermoagressivos nos travesseiros.

Os comentários estão desativados.